Slide
Potencializamos o poder da defesa natural!

Sobre o nosso
Controle Biológico

Princípios do controle biológico

O controle biológico é um fenômeno natural para regulação de populações, tendo como agentes reguladores naturais diversos vírus, bactérias, fungos e predadores com alta eficiência, sem provocar danos ao meio ambiente e respeitando a natureza.

Ao adotar produtos biológicos na estratégia de manejo e tratos culturais, podemos devolver características ao ambiente que foram perdidas com o uso desenfreado e – muitas vezes – sem conhecimento de moléculas químicas. Além de manejos e posicionamentos técnicos errados, ou seja, devolver a chance de outros inimigos naturais poderem agir no meio.

Outra grande vantagem do uso dos fungos entomopatogênicos é que não apresentam toxicidade às plantas, mamíferos em geral (incluindo humanos), répteis, aves, anfíbios ou peixes e, principalmente, às abelhas que sofrem com os efeitos supostamente atribuídos ao uso exagerado de pesticidas.

Por que surgem as pragas na agricultura?

Os chamados insetos-praga são uma resposta da natureza aos desequilíbrios causados principalmente pela ação do homem.

Os produtos de controle biológico aplicados na agricultura permitem o ajuste natural desses desequilíbrios.

A Oligos Biotec defende e propõe o uso mais racional dos recursos naturais para produzir com resultados mais sustentáveis. Acreditamos que as moléculas químicas são primordiais para a produção, sendo utilizadas de forma consciente e quando realmente necessário, sendo o MIP (Manejo Integrado de Pragas) uma das últimas alternativas de controle.

Manejo Integrado de Pragas (MIP)

Estratégia

Controle ecológico e os fatores de mortalidade naturais fundamentam o MIP, procurando desenvolver táticas de controle que interfiram minimamente nesses fatores.

Objetivo

Reduzir o uso intensivo de defensivos agrícolas químicos e permitir que seus inimigos naturais permaneçam na plantação, promovendo a volta do equilíbrio natural.

Ação

É recomendada pelo responsável técnico para saber qual o nível de tolerância da plantação sem refletir em perda econômica substancial (acompanhamento e levantamento).

Táticas

  • Variedades resistentes
  • Práticas agrícolas
  • Controle físico e mecânico
  • Controle biológico
  • Controle químico