A Decrease font size. A Reset font size. A Increase font size.

Controle químico, biológico e cultural: conheça a diferença

controle quimico

É indispensável um eficiente controle de pragas para se obter o melhor desempenho da lavoura. Muitos fatores podem resultar em perdas de produtividade, desde falhas na dessecação – causando prejuízos e atrasos no plantio e resultando em baixo stand, passando pelo ataque de pragas, doenças e plantas daninhas ao longo de todo ciclo – até problemas na colheita, no transporte e no armazenamento dos produtos colhidos.

A seguir a Oligos Biotec apresenta três opções de controle de pragas que podem auxiliar no bom desempenho da lavoura. Acompanhe e boa leitura!

Controle químico

Logo após a Segunda Guerra Mundial, surgiu a Revolução Verde, expressão criada por William Gown, cujo objetivo era aumentar a produtividade no campo, consequentemente a produção de alimentos e assim reduzir e até eliminar a fome no planeta. Para tanto, investiu-se em uma série de novas tecnologias como melhoramento de sementes, modernização de máquinas agrícolas e o uso de fertilizantes, corretivos e defensivos agrícolas.

Nesse contexto, os defensivos ou pesticidas ganharam grande importância e aceitação pelos agricultores por serem uma solução rápida e eficiente no controle de pragas (inseticidas), doenças (fungicidas) e plantas daninhas (herbicidas).

Contudo, recentemente, o surgimento da resistência de pragas a vários desses produtos e a redução da eficiência de outros, aliado a pressão dos consumidores pelo uso de produtos menos tóxicos no campo, levou o produtor a buscar alternativas.

O controle químico continua sendo uma ferramenta a ser considerada pelos agricultores para o Manejo Integrado de Pragas (MIP), especialmente nos grandes cultivos e quando as populações de pragas atingem níveis críticos, necessitando uma resposta rápida.

Controle biológico

Já o controle biológico utiliza macro e microrganismos como insetos predadores, fungos entomopatogênicos, parasitoides e Baculovírus para combater as pragas, sendo um recurso natural com baixo impacto sobre o meio ambiente ou consumidores.

Outra grande vantagem do controle biológico é a baixíssima possibilidade de desenvolvimento de resistência das pragas em função da forma de atuação dos organismos benéficos, como o parasitismo e a predação.

Contudo, o controle biológico demanda maior conhecimento e atenção do produtor para agir no momento certo, da praga e da cultura e assim obter bons resultados.

Para algumas pragas, o controle biológico já apresenta desempenho superior aos pesticidas do mercado, mas ainda não podemos desconsiderar os produtos químicos como uma ferramenta válida do MIP, especialmente os menos tóxicos e mais seletivos, sempre dentro das melhores práticas agrícolas e preferencialmente em combinação com os biológicos.

Controle cultural

São todas as práticas que buscam dificultar ou reduzir o desenvolvimento das pragas, doenças ou plantas daninhas na cultura, aumentando a eficiência das outras formas de combate, como o controle biológico.

Tecnologias como o plantio direto, rotação de culturas, vazio sanitário, adubação verde, plantio de variedades, híbridos ou clones resistentes, tolerantes ou geneticamente modificados, além da destruição de restos culturais.

Confira também:

A Oligos Biotec!

A Oligos Biotec nasceu com o propósito de fornecer produtos para uma agricultura sustentável econômica e ambientalmente.

Para tanto, oferecer ganhos de produtividade, baixo risco ao desenvolvimento de resistência das pragas, com respeito ao agricultor, ao meio ambiente e ao consumidor, são premissas inegociáveis para nossa equipe, que há mais de 10 anos vem se especializando e se reinventando.

Quer saber mais sobre a Oligos e conhecer nossos produtos? Entre em contato com a nossa equipe!

Este artigo foi útil?
Avalie

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

5

Posts Relacionados

Dicas

Manejo Ecológico de Pragas: controle e sustentabilidade

Na hora de planejar a proteção da sua plantação, é necessário levar em conta todos os riscos, incluindo as possíveis pragas agrícolas que podem aparecer. Vale lembrar que é comum a presença [...]

Dicas

Controle biológico no Brasil: entenda o cenário atual e veja as perspectivas futuras

O controle biológico é uma técnica de manejo de pragas a base de agentes naturais como fungos, bactérias, vírus e predadores. Além de ser extremamente eficaz, o método não provoca danos à lav [...]

Dicas

Percevejos: o que são, tipos e como manejá-los

Os percevejos são considerados uma das mais importantes pragas no sistema de produção de soja e milho. Isso porque em função das dificuldades de manejo e dos grandes prejuízos causados, os produ [...]