Controle biológico: tudo o que você precisa saber

Graças ao avanço da biotecnologia, o mercado biológico continua promissor no ano de 2021. Segundo pesquisa realizada pela Consultoria Blink Projetos Estratégicos, o setor deve crescer 33%. De acordo com especialistas, a justificativa para esse desenvolvimento ocorre pelo avanço da demanda do produtor rural e também pelo interesse na busca de práticas cada vez mais sustentáveis no campo.

No entanto, diante de tantas opções, seguir um modelo adequado é um grande desafio para os agricultores. Por conta disso, para dar uma pequena ajuda, a Oligos traz para você novidades a respeito desse passo tão importante para um agronegócio menos tóxico e que venha reinventar o segmento das plantações, minimizando o impacto ambiental. Confira!

Afinal, o que é controle biológico?

Ele é um fenômeno natural para regulação de populações, tendo como agentes reguladores naturais diversos vírus, bactérias, fungos e predadores com alta eficiência e sem provocar danos ao meio ambiente e respeitando a natureza. Sua principal característica é não causar danos acumulativos à lavoura ou aos inimigos naturais do alvo do controle.

Ao adotar produtos biológicos na estratégia de manejo e tratos culturais, podemos devolver características ao ambiente que foram sendo perdidas com o uso desenfreado – e muitas vezes sem conhecimento – de moléculas químicas, além de manejos e posicionamentos técnicos errados, ou seja, devolver a chance de outros inimigos naturais poderem agir no meio.

Outra grande vantagem do uso dos fungos entomopatogênicos é que o mesmo não apresenta toxicidade às plantas, mamíferos em geral (incluindo humanos), répteis, aves, anfíbios e peixes que sofrem com os efeitos supostamente atribuídos ao uso exagerado de pesticidas.

Quando bem planejado, o controle biológico proporciona grandes vantagens, uma vez que não polui o ambiente e não causa desequilíbrios ecológicos. Vantagens:

Assim auxilia para:

  • Preservação dos recursos naturais
  • A melhoria da qualidade dos produtos agrícolas

Benefícios para o meio ambiente 

Entre os principais benefícios do controle biológico nas lavouras, está o controle das pragas com a redução do uso de inseticidas químicos, possibilitando eficiência de controle e manejo de resistência aos ingredientes ativos utilizados costumeiramente.

O meio ambiente se beneficia com o uso de produtos biológicos, já que eles não deixam resíduos químicos nas culturas ou ocasionam desequilíbrios. Sendo assim, é possível realizar uma agricultura mais muito mais equilibrada e sustentável.

Além disso, podemos destacar:

  • Diminuição da exposição dos produtores rurais aos pesticidas
  • Evita alimentos contaminados
  • Redução do risco de poluição ambiental
  • Não afeta a qualidade do solo
  • Fortalece o uso da crescente agricultura orgânica

Tipos de controladores

Os controladores biológicos podem ser definidos de três maneiras:

  • Predadores – Organismos que em seu meio natural apresentam comportamento predatório, precisando consumir determinada quantidade de presas para desenvolver-se. Um bom exemplo são as joaninhas, geralmente utilizadas na predação de espécies de cochonilhas e pulgões.
  • Parasitóides – São organismos que necessitam de um hospedeiro para completar o ciclo de vida. Representados principalmente por insetos e podem se beneficiar de fases variadas do desenvolvimento da prega. Exemplos comuns são Trichogramma e Cotesia.
  • Patógenos – Os agentes patogênicos são organismos microscópicos que podem se multiplicar no organismo do seu hospedeiro, podendo causar infecções e outras complicações. Exemplo: controle biológico de Fusarium com utilização do fungo Trichoderma.

Onde os produtos biológicos podem ser aplicados?  

Eles podem ser usados em diversas culturas, como: verduras e legumes, frutas, grãos, cana-de-açúcar, entre outros. Eles são divididos em dois tipos: macrobiológicos, que consistem no uso de insetos, ácaros, nematoides e outros inimigos naturais das pragas; e microbiológicos, que se baseiam em vírus, bactérias e fungos.

Por qual motivo as pragas surgem na agricultura?  

Os chamados insetos-praga são uma resposta da natureza aos desequilíbrios causados principalmente pela ação do homem. Os produtos de controle biológico aplicados na agricultura permitem o ajuste natural desses desequilíbrios.

A Oligos Biotecnologia defende e propõe o uso mais racional dos recursos naturais para produzir com resultados mais sustentáveis, acreditamos que as moléculas químicas são primordiais para a produção, mas essas devem ser utilizadas de forma consciente e quando realmente necessário, sendo no MIP (Manejo Integrado de Pragas) uma das últimas alternativas de controle. O MIP temcomo objetivo reduzir o uso intensivo de defensivos agrícolas químicos e permitir que seus inimigos naturais permaneçam na plantação, promovendo a volta do equilíbrio natural.

Há mais de dez anos, a Oligos vem inovando no setor de bio e agrotecnologia, sendo referência em soluções para o controle de pragas e inimigos naturais em lavouras.

Nossos produtos têm qualidade comprovada e trazem resultados eficientes. Pensou em controle biológico – sem prejudicar o meio ambiente -, pensou Oligos! 🌱

Conheça nossas soluções!

☎Telefone e WhatApp: 17 3237-0561 / 17 3033-2728

📱 Facebook: @oligosBiotec
📲Instagram: @oligosbiotec

Este artigo foi útil?
Avalie

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Posts Relacionados

Dicas

Controle biológico: tudo o que você precisa saber

Graças ao avanço da biotecnologia, o mercado biológico continua promissor no ano de 2021. Segundo pesquisa realizada pela Consultoria Blink Projetos Estratégicos, o setor deve crescer 33%. De acor [...]

Dicas

Entenda os impactos positivos da tecnologia no agronegócio

A tecnologia está em constante mudança diariamente no meio industrial para suprir necessidades, criar oportunidades, gerar lucro e proteger o meio ambiente. No agronegócio não é diferente, visto [...]

Dicas

As principais técnicas para o controle de pragas

As pragas agrícolas são as grandes responsáveis pelas perdas da produtividade nas produções. Segundo relatório divulgado pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação ( [...]