A Decrease font size. A Reset font size. A Increase font size.

O que é o bicudo da cana de açúcar?

Corte de soqueira em cana de açúcar.

O bicudo da cana de açúcar ou Sphenophorus é uma das principais pragas agrícolas do Brasil, causando perdas significativas na produção e qualidade do material colhido. Estima-se que a cada 1% de tocos atacados resulte na perda de 1,6 toneladas de cana por hectare.

O inseto adulto mede cerca de 2 cm de comprimento, tem coloração marrom escura e conta com um bico alongado, não voa e é a única fase da praga que pode ficar exposta, e assim um pouco mais suscetível a ações de controle.

As larvas, que são as responsáveis pelos principais danos causados à cana uma vez que se alimentam das raízes e constroem galerias, interferindo diretamente no crescimento e desenvolvimento da planta.

O Sphenophorus é considerado uma das pragas mais difíceis de controlar na cultura da cana-de-açúcar devido ao seu comportamento. As larvas, bem como os ovos e as pupas, permanecem toda sua fase de desenvolvimento protegidas em galerias cavadas nas raízes das plantas, assim dificilmente atingidas por métodos de controle químico.

Dessa forma, o sucesso no controle do Sphenophorus e na redução dos seus prejuízos, implica, obrigatoriamente, na adoção de diversas técnicas, ou seja, no Manejo Integrado de Pragas (MIP), como:

1.      Uso de mudas de cana livres de praga: o adulto do Sphenophorus não voa, assim, pouco se locomove. A sua introdução em uma nova área ocorre através de mudas infestadas.

2.      Limpeza de equipamentos: a mudança de uma área infestada para outra não, sem a devida limpeza de equipamentos pode levar a praga de uma área para outra.

3.      Eliminação mecânica da soqueira e respeito de período de vazio sanitário: com o final da colheita queimada de cana, criou-se um ambiente mais favorável à permanência e desenvolvimento da praga. Desta forma, a destruição mecânica da soqueira na reforma do canavial, seguida por um período de vazio sanitário (sem plantas hospedeiras), favorece a redução da população na área e menores prejuízos no novo ciclo que se iniciará.

4.    Rotação de culturas: plantio de cultivos não hospedeiros para a praga no período de reforma do canavial.

5.      Uso de inseticidas no sulco de plantio: uso da combinação de inseticidas químicos e biológicos no plantio ou cobrição da cana em áreas com histórico de infestação.

6.      Monitoramento constante das áreas: avaliação das áreas logo após a colheita da cana, e com a detecção de 1% de tocos atacados, pode-se decidir pela aplicação de inseticidas em corte de soqueira

7.      Aplicação em corte de soqueira: aplicação de inseticidas químicos e/ou biológicos injetados diretamente no sistema radicular da soqueira da cana, visando atingir as larvas nas galerias.

Aplicação em corte de soqueira no controle Sphenophorus da cana de açúcar

A aplicação em corte de soqueira é uma técnica agrícola que consiste na injeção de produtos em sub superfície – na zona de crescimento das raízes – no período que vai desde a colheita da cana até o início da brotação da soqueira, através de equipamento de disco de corte combinado com bico pulverizador/injetor, e tem se mostrado uma prática vantajosa no controle do Sphenophorus.

Como o corte de soqueira pode ser mais eficiente no controle do Sphenophorus na cana de açúcar?

Existem algumas medidas que podem ser adotadas para aumentar a eficiência do corte de soqueira no controle do Sphenophorus.

1.   Manejo Integrado de Pragas (MIP): a aplicação de inseticidas ou bioinseticidas em corte de soqueira é uma das táticas, dentro do MIP, que deve ser adotada em conjunto com outros métodos de controle.

2.      Otimização operacional: realizar a aplicação de inseticidas químicos e biológicos em combinação com outros produtos, como fertilizantes, entre outros compostos, que, além do ganho de tempo, podem ajudar no controle da praga por fornecer produtos que promovam/acelere o desenvolvimento vegetativo da cana de açúcar.

Conclusão

Em suma, a aplicação de inseticidas em corte de soqueira é um método eficiente e sustentável de controle do sphenophorus da cana de açúcar adaptável às diferentes condições locais.

A adoção dessa técnica deve ser incorporada com outros métodos de manejo para alcançar uma boa eficácia no combate da praga.

Aumente a produtividade no campo sem agredir a natureza com a Oligos Biotec

A busca por soluções que promovam o aumento da produtividade agrícola sem comprometer o meio ambiente tem se tornado cada vez mais importante.

A Oligos Biotec se destaca como uma empresa que oferece produtos capazes de contribuir para um manejo mais sustentável das lavouras e, ao mesmo tempo, mantendo a eficácia das soluções.

Os nossos fertilizantes e defensivos biológicos são desenvolvidos com base em tecnologias avançadas, que visam melhorar o desempenho das culturas, sem prejudicar o ecossistema.

Com a Oligos, os produtores rurais podem obter uma produção mais rentável, sem abrir mão da responsabilidade ambiental. Entre em contato conosco e adquira as nossas soluções!

Este artigo foi útil?
Avalie

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Posts Relacionados

Dicas

Defensivos agrícolas: fundamentais para agricultura sustentável

Apesar dos pesticidas e químicos agrícolas resolverem muitos problemas referentes à infestação de pragas, eles podem trazer alguns danos na qualidade do produto que está sendo produzido. Cada ve [...]

Dicas

Como o Manejo Integrado de Doenças pode reduzir custos no seu cultivo

O Manejo Integrado de Doenças é um assunto cada vez mais debatido entre os produtores brasileiros. Isso deve-se ao fato de que, a técnica apresenta resultados eficientes no aumento da produtividade [...]

Dicas

Manejo Ecológico de Pragas: controle e sustentabilidade

Na hora de planejar a proteção da sua plantação, é necessário levar em conta todos os riscos, incluindo as possíveis pragas agrícolas que podem aparecer. Vale lembrar que é comum a presença [...]